terça-feira, 13 de novembro de 2007

CAROL, MINHA FADA!

                                                                     S. João na APAE






A família está em festa. Carolina chega, pela bondade divina, ao mundo dos homens. Como todo ser humano veio também com o objetivo de evoluir. Para mim, avó pela primeira vez, foi um presente dos céus. Carinhosamente chamo-a de Carol, Carolzinha e Lola! É uma princesa? Uma boneca? Ou uma fada? Não sei, mas sei que ela é linda!



Hoje com dez anos, trouxe consigo limitações de uma criança especial, mesmo com suas particularidades, mas o que conta para nós é o amor que sentimos por ela. Preocupamos-nos sim, de fazer o melhor para que tenha uma boa qualidade de vida.



Carol é mesmo um ser especial. Sua comunicação não é através das palavras articuladas. Que importam as palavras! Seu comportamento tranquilo, tão bem expressado pelo seu bom humor, sua percepção e o brilho do seu olhar que transmite serenidade e beleza. É como se tudo estivesse bem para ela, e deve estar... Enquanto o seu corpo físico está ali nos momentos de repouso, alheio para aqueles que não têm a sensibilidade de vê-la com os olhos da alma, o seu espírito voa, voa em busca de outras plagas, buscando o aprendizado infinito. E quando volta parece ser protegida por uma redoma, assim como a redoma da rosa, do Pequeno Príncipe, de Exupéry. A dor, nossa amiga e companheira, é generosa para com ela, pois é difícil bater a sua porta.



Como nos afinamos! Basta chegar a sua casa para sentir a interação dela. Isso é feito com um espaço de tempo, pois a distância física que nos separa é razoável. O sorriso de satisfação, o brilho dos seus olhinhos, penetra bem no fundo dos meus. Quanta emoção quando nos encontramos. Dois seres que se amam muito.



Quando regresso ao meu lar, telefono sempre para que ela escute a minha voz. Ao ouvir alguns sons que emite, aqui do outro lado da linha está a vovó, que lhe ama muito, que conversa, ri, diz palavras de incentivo e faz aquela festa.

Carol, quantas lições preciosas você tem dado. Cultivou a paciência em seus pais, a resignação em seus avós e tios, o carinho e a entrega de todos aqueles que a assistem. Seu corpo físico é perfumado, mas muito mais é o perfume que exala da sua alma. É um ser adorável, protegida pelos seus amigos espirituais.


O despertar vem de um modo que nem imaginamos. Nesses momentos perguntamos: O que será que Deus quer de mim? Todas as ocorrências de nossa vida poderão ser nomeadas de “intervenção divina” ou “desígnios de Deus”. No entanto seja qual for a denominação que utilizarmos, tenhamos a certeza de que tudo aquilo que nos acontece, tem como objetivo profundo, a renovação da alma e como propósito o bem comum.





Neneca Barbosa

João Pessoa, 10/11/2007

10 comentários:

silvia disse...

Neneca... Que lindo amiga seu amor e carinho pela Linda Carolzinha...
Que Deus continue iluminando o coração dessa linda família!!!
Bjs♥
Silvia

Margot disse...

Minha amiga,

Nossa amizade, tão virtual quanto intensa, é regada a lágrimas de emoção, tem sido assim, foi assim quando terminei de ler sobre sua fada adormecida, será assim quando nos encontrarmos, será assim sempre, pois tua sensibilidade é lição sublime de amor!

Um beijo pra você, um carinho especial pra Carol!!!

amo voc6es!

Marco Martins disse...

Neneca,nosso bondoso e querido Deus vos enviou Carol por saber que nesse lar o amor sobra com folga,assim como Margot eu tb me emocionei muito,um grande e fraternal abraco em todos,bjos na Carol!

Cristiane Campos disse...

Amiga, lindo e comovente o texto que escreveu de sua neta, a vida nos presenteia de maneiras inesparadas, mas uma criança é sempre um presente dos céus... muito lindo amiga, parabéns

Neide disse...

Nossa Neneca!!!! Que lindo tudo que você falou sobre Carol, fiquei tão emocionada!!!! Deus sabe porque a colocou no seio da sua família, sabia ele que ela estaria cercada de muito carinho e muito amor.
Um beijo e muitas bençãos para Carol!!!

Brunno disse...

Tia Neneca,

Essas suas palavras são ricas naquilo que queria nos passar quando resolveu escrevê-las. Fiquei muito emocionado com o seu amor por Carolzinha. Deus abençoe a todos!

lina marcia disse...

Eu sempre me emociono muito com tudo que se relaciona à Carol,me toca no fundo da alma,não só pelo fato de ter laços sanguíneos com ela,mas por toda a trajetória dessa criança guerreira, tão especial,e que nos dá uma lição de vida a todo momento.Neneca,parabéns mais uma vez por botar em palavras o que todos sentimos por Carol.
Bjs

*\\\ T.Aline disse...

Carolzinha,...como está linda e crescida a nossa princesa.Carol,é um anjo guerreiro que caiu do céu enviado pelo nosso pai maior.Acredito que esteja em uma missão muito especial e a cada barreira imposta,quando muitos de nós,teriamos desistido de lutar,ela nos surpreende agarrando-se a vida com uma força ainda maior,...é lição de vida,esperança,amor e fé!

Carol,te amo!Sou tua fã!!!

Beijos.
Aline

Sandra L. Stabile disse...

A Carolzinha não é uma Fada adormecida ela é um Anjo que veio do céu para mostrar que vale apena a vida e que podemos transpassar todas as barreiras que aparecem na vida e ela é uma luz um Anjo da paz na sua famililia minha querida ,quem dera se todos tivessem um Anjo de luz em casa.
Da um beijao nesse Anjo por mim.

Sandra Stabile

Dina a Ciganinha disse...

Neneca,
Ainda não tinha lido a sua homenagem a Carolzinha, confeso que fui tomada pela emoção, você consegue mostrar o quanto é importante abraçar com com fé e carinho essa missa que lhe foi concedida...comovente o texto.
que Deus ilumine essa familia espititualizada que é a sua.
Meu carinho e meu apreço a você!
bjs!