terça-feira, 7 de agosto de 2007

O DESPERTAR





A vida é um constante aprendizado. Muitas vezes, não compreendemos a dilatação dos novos horizontes que se abrem diante de nós, porque não conseguimos romper o casulo interior, onde estão o orgulho, a vaidade e o egoísmo. É necessário compreendermos que precisamos sair do sono letárgico e profundo, para percorrer o caminho da evolução. Metamorfosear o nosso espírito para que ele encontre a luz no fim do túnel.

O despertar espiritual depende da consciência que tivermos do espírito, que habita em nós. Mas a própria fragmentação de nós mesmos dificulta compreendermos que somos um ser integral, uno com o Cosmo. Daí começarmos a nos questionar, quando as respostas estão dentro de cada um. Acontece que a mente racional impede de descobrirmos quem realmente somos.

Somos viandantes no deserto dos nossos corações. Nossa caminhada é incessante, na busca de encontrarmos o oásis para matar a nossa sede. Se saciados, conseguiremos ruflar nossas asas para desferir o grande voo, em direção ao infinito.

Amemos a Vida! Deixemos desabrochar o potencial  do amor que temos latente dentro de nós. Acreditemos em nossa força e em nossa capacidade de amar. Faz-se necessário que o véu da nossa ignorância espiritual seja retirado, para que possamos, passo a passo, rumar em direção da sua realidade. Não desistamos da luta de buscarmos a nós mesmos. Nossa maturidade espiritual está nesta verdade. Quiçá ela esteja bem mais perto de nós, brilhando em nosso interior.

O objetivo da nossa existência é aprendermos a amar! Despertemos!


Neneca Barbosa
João Pessoa, 29/06/2007




Um comentário:

Roselene disse...

Sim amiga, despertemos!
Temos a eternidade para evoluirmos, porém o Amor é INDISPENSÁVEL nessa caminhada!
E chegaremos lá, cada um no seu ritmo!
Bjus